Esperantina - PI, segunda-feira, 22 de julho de 2024

Tribunal do Júri condena homem a 14 anos de reclusão por homicídio qualificado em Esperantina

Por Clenilton Gomes em 01/04/2022 às 10:02

O Tribunal do Júri, da Comarca de Esperantina, condenou o réu Antônio Carlos da Silva a 14 anos de reclusão pela prática de homicídio qualificado contra Leonardo Cardoso Rodrigues, conhecido como “Neguinho da Ladaínha”, crime ocorrido na madrugada do dia 08 de fevereiro de 2018 no bairro Pedreiras. A sessão plenária do Tribunal do Júri ocorreu na última terça-feira (29.mar) e foi presidida pelo Juiz Arilton Rosal F. Júnior.

Na época do crime, Leonardo Cardoso Rodrigues (Neguinho da Ladaínha) foi morto com golpes de madeira na cabeça e teria sido praticado por um casal que estava usando drogas com a vítima e na presença de várias pessoas, segundo informações da investigação policial.

O principal autor do crime, Antônio Carlos da Silva, foi denunciado pelo Ministério Público do Piauí, através da 1ª Promotoria de Esperantina. O motivo do crime foi em razão de um acerto de contas por drogas ilícitas.

O Conselho de Sentença, formado por sete jurados, decidiu por maioria julgar totalmente procedentes os termos da Ação Penal. A tese do MP foi acatada pelo Juiz Arilton Rosal F. Júnior, com a decisão de fixar a pena em 14 anos de reclusão por homicídio qualificado, por motivação fútil, meio cruel e por recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa do ofendido.

O Promotor de Justiça Raimundo Nonato Ribeiro Martins Júnior, foi o responsável pelo oferecimento da denúncia e pelo acompanhamento e impulsionamento do feito em todas suas fases, inclusive instrução plenária do júri e debates orais.

Na ocasião, também foi mantida a prisão preventiva do acusado.

Fonte: RevistaAZ