Esperantina - PI, terça-feira, 23 de julho de 2024

Programa que acolhe órfãos da covid tem baixa adesão e governo faz apelo

Por Clenilton Gomes em 11/10/2022 às 08:11

A governadora Regina Sousa fez um apelo para que beneficiários que possuem direito ao Programa Piauí Acolhe façam seu cadastro. O programa tem como objetivo localizar e beneficiar órfãos que estão em situação de vulnerabilidade após perderam pai e/ou mãe para a pandemia da covid-19. O auxílo é de R$ 500,00 às crianças e adolescentes até a maioridade.

O programa foi aprovado por governadores do Nordeste ainda em 2021, durante uma reunião virtual do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste). Atualmente no Piauí, 97 pessoas já estão sendo beneficiadas pelo programa, contudo, como destaca a governadora, ainda é um número baixo.

“É um programa que está disponível e está avançando não tanto que a gente esperava. No momento temos 97 órfãos recebendo e acredito que não sejam só esses os órfãos da Covid. Então se você conhece alguém que tenha perdido o pai e/ou a mãe vítima de COVID, e está cadastrado no cadastro único de vulnerabilidade, tem direito a receber esse auxílio que o Piauí e o Nordeste inteiro criou para acolher essas pessoas até a maioridade com uma bolsa de 500 reais”, conclama a governadora.

Para realizar o cadastro no CAD Único, o beneficiário pode procurar um CRAS – Centro de Referência em Assistência Social e solicitar o cadastramento. Uma vez cadastrado, e atendendo ao requisito, o cidadão pode solicitar a inscrição no Acolhe Piauí.

Com informações da Ccom