Esperantina - PI, sábado, 20 de julho de 2024

PM usará viatura lilás em casos de violência contra a mulher no Piauí

Por Clenilton Gomes em 10/02/2023 às 15:21

Na manhã desta sexta-feira (10), a Secretaria de Estado das Mulheres do Piauí, realizaram o lançamento de uma das estratégias de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, a entrega de Viaturas Lilás para a Patrulha Maria da Penha.

Presente na entrega, o secretário de segurança pública do estado do Piauí, Chico Lucas, falou que a entrega das viaturas auxiliará na verificação do cumprimento das medidas protetivas e para que as mulheres se sintam representadas quando acionarem essa rede de proteção.

“A viatura lilás servirá para a patrulha Maria da Penha, principalmente para a verificação do cumprimento das medidas protetivas e para que as mulheres se sintam representadas quando acionarem essa rede de proteção, e que as pessoas que violem o direito das mulheres, principalmente os homens, além da punição penal, que eles tenham a reprovação social”, ressalta Chico Lucas, explicando um dos motivos da coloração da viatura.

Sobre essa reprovação social, o secretário completa. “Quando chegar (a viatura lilás), na casa de um infrator, na casa de um agressor, toda a sociedade saberá que ali mora um agressor de mulheres e saberá que o estado do Piauí através da Secretaria das Mulheres, não irão medir esforços para proteger as mulheres do Piauí”, ressalta o secretário.

Completando, Chico Lucas afirma que haverão mais viaturas, e que esse é apenas o pontapé. “São as três primeiras viaturas, mas nós vamos instituir mais patrulhas em outras cidades e nós vamos ter mais viaturas lilás, pois a rede de proteção das mulheres precisa ser fortalecida, e todo mundo que se posiciona contra age como um ignorante, age como alguém que quer perpetuar esse machismo estrutural, as mulheres precisam ter visibilidade, precisam ter vez, precisam comandar”, completa Chico Lucas.

O coronel Scheiwann Lopes, que esteve presente na entrega das viaturas, explica que as viaturas já serão utilizadas neste sábado (11), no corso 2023. “As três viaturas vão ser empregadas amanhã no corso, nós vamos ter um stand só para atender vítimas de assédio, de importunação sexual, e o agressor que não respeitar a campanha “não é não”, que não respeitar o corpo feminino, que não respeitar a vontade feminina, vai ser conduzido na viatura lilás por mulheres”, explica o coronel.

Segundo a diretora do Departamento de Políticas de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, Ana Cleide Nascimento, a sociedade precisa entender que o corpo da mulher não é um objeto. “Essa campanha a gente trabalha exatamente durante o carnaval que é para a sociedade compreender que o corpo da mulher não é um objeto, principalmente os homens. A mulher que vai para a folia, que vai pra se divertir, o corpo dela não está à disposição dos homens. Então a campanha “não é não” é pra mostrar para a mulher e para os homens que quando a mulher diz não, todo o restante é assédio”, completa a diretora.

Informações: Viagora

Fotos: Cidadeverde