Esperantina - PI, quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Manifesto em defesa do PROAJA reúne instituições e apoiadores a favor da permanência do programa

Por Clenilton Gomes em 29/07/2022 às 15:21

Ontem quinta feira dia 28 de julho aconteceu em Teresina-PI uma manifesto em prol da continuação do Programa de Alfabetização de Jovens Adultos e Idosos. O encontro contou com as instituições que aderiram ao programa e apoiadores do PROAJA, o movimento de mobilização prioriza defender o direito dos Alfabetizadores e Alfabetizandos.

O programa de Alfabetização de Jovens Adultos e Idosos (PROAJA) , foi desenvolvido com intuito de combater o analfabetismo no estado do Piauí. O programa que foi concebido em 2020 pode oficialmente da início as aulas apenas em junho de 2022, devido o grande número de casos de COVID 19 , era impossibilitado o contato com os educandos. Em decorrência da pandemia veio também a ocasionar óbitos de muitos Alfabetizandos e Alfabetizadores oque contabiliza negativamente.

O projeto atualmente conta com um grande desafio de continuar ativo no estado do Piauí. De acordo com o documento públicado em 25 de julho no diário do governo do Estado a Decisão do Juiz da 5ª Vara Federal da Seção
Judiciária do Piauí que reitera o pedido do Ministério Público Federal – MPF, de concessão de tutela
cautelar para determinar ao Estado do Piauí que suspenda a execução imediata do Programa de
Alfabetização de Jovens e Adultos – PROAJA.

 

A ruptura do PROAJA pode ocasionar diversas consequências para todo o público envolvido e para o Estado. E quem mais sofre impacto direto com a pausa do projeto são os Alfabetizandos e Alfabetizadores.

A maioria do público atendido pelo PROAJA são moradores e moradas da zona rural, agricultores(a), Idosos e mulheres.
Uma nova chance para muitos e uma grande espectativa que estava se concretizando, são aproximadamente 150.000 alunos, são 150.000 futuros alfabetizados que sairão das estatísticas do analfabetismo.

Além de alfabetizar o PROAJA trouxe renda e oportunidade de emprego para os municípios envolvidos, Alfabetizadores foram contratados, coordenadores de turmas etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *