Esperantina - PI, quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Dez Municípios do Território dos Cocais aderem ao Programa Prato Cheio

Por Clenilton Gomes em 21/06/2021 às 11:54

O Anfiteatro do município de Batalha foi palco, durante esta sexta-feira (18), de mais uma ação do Projeto “Municípios: Prato Cheio para o Desenvolvimento” no estado do Piauí. Durante as atividades de hoje, dez municípios situados no Território dos Cocais foram contemplados com um total de 3.872 cestas de alimentos, que a partir de agora serão distribuídas pelos CRAS municipais à população carente e em situação de vulnerabilidade social.

Vale ressaltar que os referidos municípios estão sendo beneficiados através da segunda fase do Projeto, que é uma iniciativa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) em parceria com a Associação Piauiense de Municípios (APPM) e é resultado da união e cooperação de várias Instituições doadoras do recurso por todo o país.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) e a Associação dos Membros de Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), com o apoio do Sebrae Nacional e da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp) se uniram para criar a iniciativa “Municípios: Prato Cheio para o Desenvolvimento” com o objetivo de coordenar financiadores para a mitigação dos efeitos do coronavírus, com ação direcionada à distribuição de itens essenciais, fortalecendo a cultura de solidariedade e da compra local, garantindo processo transparente.

O presidente da APPM, Paulo César Morais, conduziu a cerimônia de entrega das cestas, que foi realizada obedecendo todos os protocolos de segurança sanitária.

“A crise gerada pelo novo Coronavírus tem afetado diretamente as famílias mais vulneráveis do país. Os gestores municipais têm enfrentado o duplo desafio de manter a capacidade dos serviços de saúde e também o atendimento a uma demanda crescente da população mais carente de nosso Estado por auxílios sociais, tendo em vista que a principal medida de contenção para a doença – o isolamento social – provoca uma brusca diminuição das atividades econômicas. Iniciativas como a do Projeto Prato Cheio são essenciais para minimizar essas dificuldades”, reforça Paulo César Morais, presidente da APPM.

Além de beneficiar as famílias carentes, o projeto também prioriza a compra dos produtos no comércio local, contribuindo assim com as vendas nas pequenas empresas e cooperando para que a economia seja aquecida. O Prato Cheio está sendo lançado em fases de acordo com uma ordem crescente de IDH e a quantidade de doações coletadas.

Confira a relação dos dez municípios do Território dos Cocais contemplados na segunda fase do Projeto Municípios: Prato Cheio para o Desenvolvimento:

Batalha (724 cestas)

Campo Largo do Piauí (300 cestas)

Domingos Mourão (225 cestas)

Joca Marques (300 cestas)

Lagoa de São Francisco (300 cestas)

Luzilândia (750 cestas)

Morro do Chapéu do Piauí (300 cestas)

Porto (525 cestas)

São João da Fronteira (71 cestas)

São João do Arraial (377 cestas)

Fonte / APPM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *