quarta-feira, Maio 23

Policial

Após troca de tiros com bandidos polícia recupera duas motos roubadas

Após troca de tiros com bandidos polícia recupera duas motos roubadas

Destaque, Municípios, Policial
Uma operação da Polícia Militar do município de Joaquim Pires, comandada pelo Capitão Veras, conseguiu recuperar duas motocicletas roubadas na manhã deste sábado (26). Em entrevista, o Capitão Veras informou que operação começou quando a guarnição foi acionada para atender uma ocorrência de roubo de motos na cidade. Segundo o militar, duas motocicletas foram roubadas nesta manhã nas imediações do Mercado Público de Joaquim Pires. A Polícia seguiu em perseguição aos assaltantes e os encurralou na localidade São José, zona rural do vizinho município de Morro do Chapéu do Piauí. O Capitão Veras contou que eram quatro indivíduos, cada um em uma motocicleta. Foi quando eles atiraram contra a viatura policial e houve troca de tiros. Na ação, duas motos foram deixadas para trás e os sus
Polícia desarticula quadrilha que explodiu agência dos correios em Porto

Polícia desarticula quadrilha que explodiu agência dos correios em Porto

Destaque, Municípios, Policial
A Polícia Militar de Porto, com o apoio da Força Tática de Esperantina, prendeu na madrugada desta terça-feira (15) cinco pessoas envolvidas na explosão da agência dos Correios. O crime ocorreu no dia 07 desse mês e assustou a população em Porto Piauí. De acordo com informações repassadas pelo coronel Márcio Oliveira, comandante do Policiamento Litoral Meio Norte, desde quando ocorreu o fato, os policiais iniciaram as investigações e, ao verificarem a veracidade de denúncias anônimas, conseguiram prender a quadrilha na zona rural da cidade. “Os policiais encontraram três motocicletas, que foram usadas durante a ação criminosa, duas armas de fogo, e ainda uma quantidade do dinheiro que foi furtado. As equipes ainda estão em diligências para ver se prendem mais gente envolvida na explo
Polícia divulga nomes de autuados por tentativa de fraude a concurso

Polícia divulga nomes de autuados por tentativa de fraude a concurso

Policial
A Polícia Civil divulgou os nomes dos 15 presos em flagrante por tentarem fraudar o concurso da Polícia Militar. A prova foi aplicada neste domingo (9) pela segunda vez, devido ao esquema descoberto na aplicação anterior. Os autuados são dos estados de Pernambuco, Bahia, Ceará, Maranhão e Pará. Segundo o delegado Kleydson Ferreira, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), oito presos pagaram fiança e foram liberados, pois foram autuados apenas por tentativa de fraude a concurso. “Os outros sete continuam presos porque também foram autuados por associação criminosa, tendo em vista que eles vinham mantendo contato antes da realização da prova. Agora eles passarão pela audiência de custódia”, afirmou o delegado. A Polícia Civil reforça que não houve vazamento de questões d
Preso trio em Boa Hora após roubar R$ 10 mil em comércio

Preso trio em Boa Hora após roubar R$ 10 mil em comércio

Policial
Três elementos foram detidos por volta de 12h30 deste domingo (9) no município de Boa Hora, próximo a Campo Maior, após assaltarem um comércio e levarem aproximadamente R$ 10 mil. Todo o dinheiro foi recuperado. Todos os três são da cidade de Piripiri. São eles Silvestre Quaresma Silva, conhecido como Marquim, residente no bairro Recreio, em Piripiri; Francisco Darlyson dos Santos, residente no bairro Vista Alegre (Piripiri) e Anderson de Sousa e Silva, residente no bairro Estação. As informações foram prestadas pelo comandante do GPM de Campo Maior, major Etevaldo, que informou também que os três homens foram agressivos com o proprietário do comércio. "Eles foram muito agressivos, deram uma coronhada na cabeça do filho do dono do comércio que o deixou ferido. Eles foram bem viol
Polícia investiga desaparecimento de ponte em cidade no interior do Piauí

Polícia investiga desaparecimento de ponte em cidade no interior do Piauí

Policial
O prefeito Carlos Augusto Araújo Braga, de Santa Filomena, 925 km ao Sul de Teresina, registrou boletim de ocorrência depois que uma ponte desapareceu do município. A construção de metal e cobertura de madeira teria sido retirada, vendida e instalada no município vizinho, Gilbués, sem autorização. A Polícia Civil apura o caso. Segundo o prefeito, a ponte começou a ser removida da cidade no dia 29 de junho. O elevado custou R$ 56 mil e ficava instalada sobre o Córrego Certeza, a 18 km da sede do município. “Ela já não estava mais sendo tanto usada, mas o nosso objetivo era transferir a construção para um outro córrego que passa pelo Centro do município. Então fomos surpreendidos com esse desaparecimento. A soberania da nossa cidade foi desrespeitada”, declarou. Quando foi
Operação Escamoteamento; MP cobra R$ 18 milhões e denuncia 13 pessoas por fraudes em licitações no Piauí

Operação Escamoteamento; MP cobra R$ 18 milhões e denuncia 13 pessoas por fraudes em licitações no Piauí

Policial
Nesta segunda-feira (10) o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e a 1ª Promotoria de Justiça de Cocal, pediram o indiciamento de 13 pessoas presas preventivamente durante a Operação Escamoteamento. O Ministério Público requereu a devolução de R$ 6 milhões desviados por parte dos denunciados e também o retorno para os cofres da prefeitura de R$ 12 milhões aproximadamente. “São quase R$ 18 milhões porque do total das contas eram 25% de propina e R$ 12 milhões por ressarcimento e danos morais coletivos”, explicou o coordenador do Gaeco, promotor Rômulo Cordão. Na denúncia os presos em abril deste ano são indiciados por fraude à licitação, organização criminosa e lavagem de dinheiro. Os 13 indiciados feriam parte de um núcleo de operadores da organização crim
Polícia investiga quatro ataques em uma semana a centros de umbanda no PI

Polícia investiga quatro ataques em uma semana a centros de umbanda no PI

Policial
O delegado da Delegacia dos Direitos Humanos, Emir Maia informou que em apenas sete dias foram registrados quatro casos de ataques a centros de Umbanda em Teresina. De acordo com o delegado, investigações estão em curso para descobrir se os crimes são furtos, invasões ou intolerância religiosa. "Estamos investigando porque além de ações que se caracterizam como intolerância religiosa, houve ainda furtos de bebidas. Requisitei exames periciais para encontrar a autoria e se confirmando como crime por motivações de preconceito religioso, os suspeitos podem ser condenados com pena de um a três anos de reclusão e multa”, explicou Emir Maia considerando que foram muitos casos em sete dias. De acordo com o delegado Emir Maia, estão em investigação também declarações em redes sociais que