Esperantina - PI, terça-feira, 26 de maio de 2020

Laudo aponta que água teria intoxicado 48 presos na Cadeia Pública de Altos

Por Clenilton Gomes em 21/05/2020 às 07:58

Um laudo preliminar da Secretaria Estadual de Justiça (Sejus) aponta que uma contaminação na água estaria causando intoxicação em quase 50 presos da Cadeia Pública de Altos, causando um óbito. O secretário estadual de Justiça, Carlos Edilson, informou nesta quarta-feira (20) que o consumo de água do reservatório local foi suspenso na unidade.

Os internos apresentaram problemas de saúde no início deste mês e 14 deles tiveram que ser transferidos para atendimento hospitalar. Eles apresentam paralisia flácida, edema e colúria (urina escura). Os internos também foram submetidos à testagem para Covid-19. Segundo Carlos Edilson, nenhum foi positivado.

“Nós estamos com os internos em observação. Quatorze deles necessitam de um atendimento mais especial e foram encaminhados aos hospitais de Teresina. Nenhum desses internos, foram 48, foram testados para Covid-19, todos os testes deram negativo”, informou Carlos Edilson.

De acordo com a Sejus, o consumo de água do reservatório da cadeia está proibido e água mineral foi disponibilizada para a unidade. Carlos Edilson assegurou que os internos passaram por avaliação de médicos nefrologista e infectologistas e recebem acompanhamento permanente de equipe de enfermagem.

O secretário também garantiu que, segundo os pareceres e laudos médicos, os sintomas dos internos não têm relação com a Covid-19.

A Sejus também informou que foi feita uma limpeza na caixa d’água e nas tubulações da cadeia e que contratou uma empresa para avaliar o sistema de fornecimento de água para a unidade. De acordo com o laudo, há água impurezas na água consumida pelos internos.

Entrada de presos está suspensa

A Cadeia Pública de Altos detentos presos transferidos da Central de Flagrante, que são presos em ações da Polícia Militar. Após o ocorrido, o recebimento de novos internos foi suspenso.

Valmir Macêdo
valmirmacedo@cidadeverde.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *