Esperantina - PI, domingo, 11 de abril de 2021

Delegado de Esperantina investiga quadrilha que vende carro pela internet

Por Clenilton Gomes em 11/03/2021 às 08:47

O Delegado Regional da 13ª Delegacia de Policia Civil de Esperantina, Ayslan Magalhães, está  investigando com afinco uma  quadrilha que vem  aplicando o  golpe do  veiculo na internet.

Segundo o Delegado, várias pessoas já caíram no golpe da quadrilha em Esperantina.

Ayslan Magalhães,  relatou que a quadrilha é formada por um grupo de pessoas, sendo que uma delas se passa por vendedor,  outra por despachante e uma terceira por gerente.

De acordo com o Delegado, o bando criminoso, anuncia a venda de carro pela internet e no decorrer do contato pedem um adiantamento financeiro e as vítimas acabam realizando o  deposito  em um determinado  Banco localizado no Estado do Ceará.

“Eles vendem o veículo barato para enganar a vítima e dizem que para  elas “segurarem” o carro, os mesmos precisam pagar um adiantamento de 10 a 15% do  valor do bem”, relatou o Delegado.

Ayslan Magalhães, disse que no momento da transação a quadrilha informa para a vitima que os mesmos  são de uma concessionária da capital Teresina.

Devido o aumento dos casos no município, o Delegado aconselha que esses tipos de transações devem ser feitas de forma presencial. Em lojas físicas. Com pessoas reais.“Anúncios no Face, Google, OLX, dentre outros, deve-se tomar cuidado dobrado. Verifique as informações do vendedor. Os amigos em comum. Qual a data que a conta foi criada. Dentre outros. Nada de pagar antecipado. Pagamento somente no local da entrega do bem. Se o vendedor insistir, procure outro”, aconselhou o Delegado.

Ayslan Magalhães, informa ainda que o  cidadão ao comprar pela internet, por sites comerciais, deve primeiro verificar  a URL (endereço do site).Erros ortográficos podem indicar sites falsos. Na dúvida? Não compre. Às vezes vale a pena pagar mais caro em uma transação comercial mais segura”, declarou o Policial.

O Delegado atenta ainda para o cuidado nas vendas entre pessoas físicas. O número de receptações na região está aumentando.

Fonte: jornalesp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *