Esperantina - PI, segunda-feira, 26 de julho de 2021

Consenso evita disputa na ALEPI, Themistocles será aclamado presidente

Por Clenilton Gomes em 30/01/2019 às 12:29

O deputado Themístocles Filho (MDB) ao lado do deputado Hélio Isaías (Progressistas) apresentou a chapa que foi registrada na manhã desta quarta-feira(30).
Themístocles falou da importância do consenso e citou a participação do governador Wellington Dias (PT) como fundamental no processo.

“Desde o princípio nós defendemos a importância do consenso. Os deputados devem se unir agora para o que realmente importa para o Piauí. O governador entrou em contato e pediu o consenso. O importante é manter a base unida”, destacou.

O PT assume a primeira secretaria na chapa com a indicação do deputado Fábio Novo, apesar de compor a chapa com Themístocles, ele continua defendendo renovação da Casa.

“Em 2015, o contexto era diferente. Nós mantemos a nossa ideia de alternância no poder da casa, mas agora o deputado Themístocles garante que não será mais candidato. Vamos continuar discutindo o que for de interesse da Assembleia”, afirmou.

O deputado Hélio Isaías que retirou a candidatura, após o consenso, afirma que foi importante o pedido do governador.

“Nós já estávamos com uma chapa pronta para registrarmos hoje às 9 horas. Mas, com pedido do governador entendemos que o melhor era manter a união. Retiramos nossa candidatura e aqui não existe inimigo. Somos amigos do deputado Themístocles e de todos e o importante é os deputados continuarem unidos” , disse.

Atualizada às 11h20

Após intensas reuniões na manhã desta quarta-feira (30), um consenso. A eleição na Assembleia Legislativa terá chapa única liderada pelo deputado Themístocles Filho (MDB) e  vice-presidente Fernando Monteiro (PRTB).

Com interferência do governador Wellington Dias (PT), os grupos adversários chegaram a um acordo por volta das 11h de hoje, duas horas antes de encerrar o prazo da inscrição de chapa. O deputado Hélio Isaias (Progressistas) desistiu da disputa, mas ainda não se posicionou. A eleição acontece nesta sexta-feira (1º) e terá votação secreta. O PT ficou com a primeira secretária da mesa diretora.

Veja como fica a mesa diretora da Alepi:

Presidência – Themístocles Filho (MDB)
1ª vice-presidência – Fernando Monteiro (PRTB)
2ª vice-presidência– Dr. Hélio (PR)
3ª vice-presidência – Evaldo Gomes (PTC)
4ª vice-presidência  – Firmino Paulo (Progressista)
Primeira Secretaria – Fábio Novo (PT)
Segunda Secretaria – Marden Meneses (PSDB)
Terceira Secretaria – Flávio Júnior (PDT)
Quarta Secretaria – Coronel Carlos Augusto (PR)

Fernando Monteiro garantiu que irá para o Progressistas e disse que se colocou à disposição para a união da base.

“A escolha do nosso nome se deve pela necessidade do consenso. O deputado Júlio Arcoverde e outros colegas do Progressistas nos procuraram e em nome da união resolvemos aceitar a primeira vice presidência. O importante é manter a unidade da base. Eu devo me filiar ao Progressistas em breve”.

Júlio Arcoverde, presidente do Progressistas no Piauí, ressaltou que a  intervenção do governador foi fundamental para o consenso.

“O governador ligou para os deputados, trabalhou para o consenso e isso foi fundamental. O senador Ciro Nogueira e o Assis Carvalho se esforçaram para este consenso. Com o empenho dessas autoridades foi mais fácil conseguir a união da base. Não tem divisão, estamos todos unidos”.

Atualizada às 10h30

Os deputados Fabio Xavier e o Dr. Hélio anunciaram que o PR desistiu da 1ª vice-presidência e com isso se chega ao consenso da chapa única para eleição na Assembleia Legislativa do Estado. O coronel Carlos Augusto (PR) também devem compor a Mesa Diretora.

A alternativa para apaziguar os ânimos entre os grupos adversários na Alepi é o nome do deputado Fernando Monteiro. O parlamentar irá se desfiliar do PRTB e vai para o Progressistas.

“É uma homenagem do Progressistas ao decano da Casa, o deputado Fernando Monteiro, que tem bom relacionamento na Assembleia e merecia essa homenagem”, disse Júlio Arcoverde, do Progressistas.

“Nós sempre lutamos pelo consenso. O governador ontem entrou em contato conosco e defendeu o consenso e o PR não seria empecilho para isso então abrimos mão”, afirmou deputado Fábio Xavier, presidente do PR.

Dr. Hélio afirma não ter mágoas de como o processo foi conduzido. “Não ficou sequelas porque o importante é a base continuar unida. Mais importante do que cargos é manter a união da Casa em torno do que realmente importa que é o bem do Piauí”.

 

Último dia para o registro de candidaturas para a presidência da Assembleia Legislativa do Piauí e o impasse permanece. Do exterior, o governador Wellington Dias (PT) tenta consenso e conversa com os aliados. Ontem à noite, Dias ligou para o atual presidente da Casa, deputado Themístocles Filho  ( MDB), que tenta à reeleição, e para o deputado Dr. Hélio (PR).

O impasse para a formação da chapa única se deve à disputa pela vaga de primeiro vice-presidente da Casa.

O PR indicou Dr. Hélio para o posto. O Progressistas afirma que só participará da chapa de consenso caso assuma a vaga que é do PR.

“O governador ligou para o nosso presidente Themístocles Filho. E ele trabalhou pelo consenso. Acredito que está 90% fechado”, disse o deputado João Madison (MDB).

Para o consenso, o deputado Evaldo Gomes abriria mão da segunda vice-presidência pelo PR. E o Progressistas ficaria com o primeiro.

Neste momento, PT, PR e Progressistas estão reunidos.

Há indicativo de que o consenso saia nas próximas horas. Os candidatos têm até às 13h para registrar chapa.

A interferência do governador, que defende união da base, está sendo fundamental para o consenso.

O Progressistas poderá indicar o nome do deputado Wilson Brandão para a primeira vice na chapa de Themístocles Filho.

 

Flash Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *