Esperantina - PI, quarta-feira, 28 de julho de 2021

Banco do Nordeste oferece serviços de microcrédito em Esperantina

Por Clenilton Gomes em 28/02/2019 às 14:38

O banco do Nordeste realizou hoje (28), na cidade de Esperantina, uma atividade voltada para apresentar as linhas de crédito, ofertadas pelo banco através dos programas do crediamigo e agroamigo.

O evento foi realizado no ginásio poliesportivo Nogueirão e contou com a presença do supervisor do banco do nordeste no Piauí, Francisco Lopes, gerente estadual do crediamigo Fernando Mourão, gerente estadual do agroamigo Paulo Regis, prefeita de Esperantina Vilma Amorim, gerente da agência de Esperantina Earli Marques, do gerente regional do Sebrae Ismael Bastos, coordenador regional do Emater, Moacir Vila Nova, representante do CDL Elias Júnior e representante do sindicato de trabalhadores rurais Antonio Machado.

Várias empresas participaram do evento com seu stand de vendas e mostra de produtos, fazendo um fidback com o consumidor. Agricultores realizaram uma feira com produtos oriundos da agricultura familiar que contou  com o apoio do sindicato de trabalhadores rurais de Esperantina.

Um exemplo foi a equipe de consultores da empresa Racco Cosméticos que foi mostrar a qualidade dos produtos a centenas de pessoas presentes no evento.

O evento contou com a participação de pessoas de 12 municípios da região dos cocais, área de atuação da agência local de Esperantina.

O microcrédito tem como características o acompanhamento aos empreendedores por parte de um profissional, com orientações individualizadas para melhor aplicação do recurso.

A solenidade contou com a participação da Banda Mestre Chico e de alunos da AMARE que fizeram belas apresentações.

“No Piauí, foram aportados R$ 982 milhões para microfinanças urbanas em 2018, em 456 mil operações, por meio do Crediamigo“. Falou Fernando Mourão.

“O Agroamigo aplicou R$ 295 milhões na economia piauiense, distribuídos em 58 mil operações, para produtores rurais atendidos pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf)”. Comentou o Paulo Regis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *