Esperantina - PI, quinta-feira, 5 de agosto de 2021

167 presos foram transferidos nesta madrugada para outros presídios

Por Clenilton Gomes em 12/10/2017 às 15:11

A secretaria de Justiça do Estado do Piauí em parceria com a polícia militar do estado do Piauí, realizou durante a note inteira a remoção de 167 presos que ainda estavam no presídio regional Luiz Gonzaga Rebelo de Esperantina.

A medida foi tomada pelo secretário de Justiça Dr. Daniel Oliveira, após constatar através de estudos de engenharia e também um pedido da câmara municipal o risco da estrutura cair em cima dos presos.

Na manhã de hoje o secretário esteve reunido com a prefeita Vilma Amorim, o presidente da câmara Manoel Filho, o coronel Wilian Gomes e o comandante da companhia de polícia capitão Ângelo, falando da operação.

“Quero aqui tranquilizar a comunidade de Esperantina com a transferência dos últimos presos que estavam no local após a rebelião que houve, recebemos um relatório da engenharia dos riscos que corria os presos e quero garantir que a ordem e a paz foi restabelecida no presídio e na sociedade piauiense”. Disse o secretário.

A prefeita Vilma Amorim recebeu a notícia da transferência dos presos com muita cautela e manifestou sua alegria em nome da comunidade.

“Hoje neste dia de nossa Senhora Aparecida levar esta noticia a nossa comunidade da transferência dos presos para outros locais, dando uma tranquilidade maior a nossa população,  mesmo com a saída de todos os presos a polícia continua na cidade realizando blitzs abordagens, para que nós possamos voltar a sentar nas portas de nossas casas sem aquela sensação de medo”. Disse.

O presidente da câmara Manoel Filho falou da importância do requerimento aprovado pelos vereadores solicitando a interdição do presídio.

“Estamos aqui reunido com as autoridades da segurança recebendo esta noticia da interdição do presídio,portanto foi uma resposta rápida do poder público restabelecendo a tranquilidade em nossa cidade”. Falou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *